Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

“Acorrei, espíritos que velais sobre os pensamentos mortais! Tirai-me o sexo e, dos pés à cabeça, enchei-me até transbordar da mais implacável crueldade! Fazei que meu sangue fique mais espesso; fechai em mim todo acesso, todo caminho à piedade, para que nenhum escrúpulo compatível com a natureza possa turvar meu propósito feroz, nem possa interpor-se entre ele e a execução! Vinde a meus seios e convertei meu leite em fel, vós gênios do crime, do lugar de onde presidis, sob substâncias invisíveis, a hora de fazer o mal!” 




Lady McBeth, de McBeth

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Quando tudo parecer estar perdido ,
lembre-se que você pode mudar o rumo quando quiser,
você pode deixar o medo de lado e pegar suas botas de combate e ir para um outro caminho,
os erros e as perdas só te deixarão mais forte para que quando você siga um novo rumo você vá de cabeça erguida e mais cuidadosamente com o que pode vir a te afetar,
 olhar para trás é só no caso de saudade de alguma coisa que te fez bem e nunca por se lembrar do que só te fez mal isso você pisa e sorri só transformando em aprendizado,ao contrário não olhe para trás ,é que temos tanta força dentro de nós e percebemos na hora de levantar de um terremoto na vida e ai se torna prática,e passar ao próximo o quão é mais gostoso conseguir aquilo que se almeja sendo uma pessoa honesta e feliz acima de tudo,
 passe adiante um sorriso,sua história e sua garra para que sempre se orgulhe dos trancos e barrancos que não se deixou levar e continue assim até a morte ,escrevendo sua vida sorrindo, assim como escreve no papel sem medo de borrões sempre terá uma nova página límpida para continuar a ser quem você mais se orgulha na vida ou ao menos quem mais deve se orgulhar VOCÊ.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011


Para sentir o amor exige tempo,
Sabe aquele dia que você fez descaso e jogou o amor ao acaso,por não lembrar como amar?
Mais ai ao ver as estrelas ou qualquer outra coisa que te faz lembrar amor,
percebe que deveria se deixar levar um pouco mais?

Quando digo que o amor exige tempo,é que andamos tão cansados no dia a dia com tantos afazeres
nos sentindo mais importantes do que deveriamos, em nossas vidas tão especiais,que as vezes as melhores coisas da vida passa despercebida e por isso para não perdermos aquela pessoa querida
que dedicou muito tempo a você que te faz sorrir nos piores momentos ,te lembrando que tudo tem um jeito.,
Aquela que você nas noites frias você sonhava em ter e fazia juras de que se a encontrasse a trataria com carinho,deixamos de ligar as vezes pra dizer apenas um eu te amo,ou olhar nos olhos quando puder ,e sorrir ,por isso exige mais tempo nosso para que amor seja eterno enquanto dure...
Temos que cumprir com nossas promessas iniciais e segui-las a risca todo dia pra depois não haver recentementos nem cobranças,vamos dar mais tempo ao amor e deixar o material um pouco de lado o importante é estar com o coração sempre acolhido e fazer o coração de alguém se sentir especial também e assim ser sempre feliz sem nunca amargar.



Raquel Nogueira

terça-feira, 20 de setembro de 2011


Era uma vez
Um sábio chinês
Que um dia sonhou
Que era uma borboleta
Voando nos campos
Pousando nas flores
Vivendo assim
Um lindo sonho...
Até que um dia acordou
E pro resto da vida
Uma dúvida
Lhe acompanhou...
Se ele era
Um sábio chinês
Que sonhou
Que era uma borboleta
Ou se era uma borboleta
Sonhando que era
Um sábio chinês...


Raul seixas


Essa música é maravilhosa gosto de muitas obras de Raul seixas essa é uma das que mais gosto e me faz pensar muito nesta letra quando eu ouço eu penso que realmente a gente vive assim sem saber ao certo quem é as vezes pensando que tudo é um sonho ou desejando que realmente tudo não passasse de um sonho não é o caso exatamente do sábio chinês mais quando eu ouço é isso que eu sinto além da paz que essa música me traz maravilhosa *-*



terça-feira, 23 de agosto de 2011


Dorme em paz, já é madrugada
Não dê ouvidos aos ruídos, a essa falta de ar
Meu amor, não pense mais em nada
Feche os olhos e as janelas
Deixe o sono te levar
Pelo escuro
Ser donzela ou matar mil dragões
Ter cautela ou seguir furacões
Deixa o sono te levar
Deixa eu te ninar
Dedilhar os teus cabelos
Teus pesadelos vão terminar
Já é tarde pra mais uma rodada
Seus problemas e dilemas não estão mais aqui
Tanto faz ser vítima ou culpada
Abra os olhos e as janelas
Deixe o sol te iluminar
Deixe tudo pra lá
Se teus sonhos vêm na contramão
Se teus monstros vêem na escuridão
Deixa o sol te iluminar
Deixa eu te ninar
Deixa eu perder meus dedos nos teus cabelos
Teus pesadelos vão terminar
Fala a verdade, por favor
Diz que é mentira esse rumor
Que você vive sofrendo
Que você anda morrendo de pavor
Fala a verdade
Diz que é mentira
Que você vive sofrendo
Que você anda morrendo por amor


LUDOV-DORME EM PAZ

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Eu gosto de escrever

quando todos fecham os olhos

quando as palavras não são mais tão importantes

pois ao dize-las,não me sinto ouvida

Oh meu ouvidor,sempre ao meu lado

me sinto numa caixinha que deixou de ser surpresa a muito tempo.

acobertada pela falta do ouvidor,

pela falta do amigo

pela falta do amor,

escrevo enquanto todos dormem na vida

quando se esquecem do que é importante

quando se esquecem das palavras que ficam cada vez mais curtas,

o romantismo foi apagado pela evolução

"sua face lipida no luar ecendeia meu coração me faz perpetua a alma"

e foram trocadas por palavras curtas cada vez mais preguiçosas,

eu vivo no mundo em que mundo não é mais mundo,

sinto falta do ouvidor do romantismo do amor

e me perco escrevendo porque não entendem o que eu digo,

ou não querem entender!